Parte de uma série de performance e texto

Diálogo pós-colonial nº 1:

“Sou Viciada em final de novela.”
“Só em final? Não assiste ela toda?
“Não.”
“Mas como consegue saber quem é quem? O contexto todo da história, ganchos narrativos…?
“Olha, assisto o início e o resto vou presumindo, acompanhando no jornal, naquelas revistas de 1 real, sabe?!”
“Sei, sou fã desse tipo de coisa pop-bizarra.”
“Então… na verdade, basta saber quem é o Carlos e a Helena e a ambientação. É bem como disse, o resto é previsível. Não acha?”
“De que ponto de vista?”
“Como assim?”
“Se for do ponto de vista do Carlos, a vida é do caralho! Além da Helena, uma gata apaixonada por ele e a mais forte e madura da novela, há um séquito de mulheres disponíveis em cada esquina do Leblon, ou da Urca, ou de Ipanema, ou da Barra, ou da Lagoa e se o tesão for grande, mas só se for grande mesmo, da Tijuca…”
“É. O roteiro é até a Tijuca, no máximo. Por conta da UPP a classe média transita mais.”
“Pode crer… Se for do Méier é a alpinista social da trama.”
“Mesmo! A lógica é: Se mora no subúrbio ou quer sair de lá a qualquer preço, ou é um conformado que faz churrasco no domingo, em cima da laje ensolarada.”
“Que foda! Gostei da imagem. Continua.”
“Hein?”
“Com a descrição de um suburbano de novela”
“Ah é aquilo, né?! Escudo de time na parede da sala, barriga pra fora da calça… Aquele sujeito boa praça que sai de casa ao som da cuíca e vai distribuindo sorrisos e saudações até que alguém o pare pra beber uma cerveja. Aí durante a cerveja ele reclama do preço da batata e da indenização da fábrica que não sai nunca.”
“Corte pro núcleo rico da novela”

Anúncios

Sobre nemcoletivo

Rachel Souza Raphael Soifer Nycolas Albuquerque Gabriel Jauregui agregados faltando confirmação
Esse post foi publicado em Nem aí. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Parte de uma série de performance e texto

  1. Elouete disse:

    Me identifiquei à beça e o final é sempre a mesma coisa com variações, tipo: o vilão morre, é preso, enlouquece ou foge do país.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s